Sábado, 21 de Nov 2020 24ºC Luanda, Angola

Recentes

Empresa XTAGIARIOUS devolve o sorriso às crianças do Centro de Acolhimento El Betel David Mendes acusa generais de serem anticorpos da luta contra corrupção de João Lourenço Cazenga conta com nova esquadra de Polícia PGR no encalço de gestores públicos em Malanje

Agente do SIC acusado de proteger cidadão nigeriano que tentou esfaquear uma família na Samba


Uma família angolana que reside no Distrito Urbano da Samba, zona da Curimba, está agastada com um dos seus inquilinos, cidadão nigeriano de nome Momanday Fofana, mais conhecido por Zidane,  por ameaçar constantemente a dona de casa, a anciã de 62 anos de idade, de nome Sófia Antonica, e ter agredido os seus netos, sem que para isso seja responsabilizado.

Segundo os familiares que falaram ao Na Mira do Crime, tudo começou quando a familia Camunga, decidiu arrendar um anexo que está no quintal onde residem. Como havia obras por realizar na residência, o inquilino reabilitou a mesma tendo sido acrescido mais um ano e sete meses de estadia.

Sentindo-se dono e senhor do espaço, conta a anciã, “Zidane passou a trazer pessoas estranhas as altas horas da noite, fazendo negócios na calada da noite”, contou.

Ao ver o seu quintal a ser transformado numa zona de “negócios escuros”, a mais velha chamou atenção ao inquilino, questionando que, sendo um vendedor de viaturas, “por que os constantes movimentos de noite?”.

“Ele disse que eu era uma desgraçada e nada tinha nada a ver com o que ele faz ou deixa de fazer, disse que podia fazer da  casa o que bem entender, porque  não tenho ninguém, e se continuasse a se meter na vida dele, ia parar longe”.

De acordo com a nossa entrevistada, foi assim durante várias semanas, até que decidiram apresentar queixa a polícia.

“Fomos a esquadra da Camuxiba por duas vezes, mas não nos ajudaram em nada, nem sequer notificaram o senhor. Ele deu conta que tínhamos ido a polícia, e como ninguém fazia, piorou ainda mais a situação”, lamentou.

Agressão física

No dia 22 de Novembro, conta a anciã, “Zidane passou dos limites, alegando que os meus netos lhe tiravam o sono, e começou a dar corrida aos mesmos empunhando uma faca na mão, tendo atingido o meu neto de 16 anos de idade com um bloco da cabeça”, denunciou.

Polícia no local

Accionada a Polícia Nacional, postos no local, não encontraram o acusado, afinal, o mesmo já se tinha deslocado até a esquadra da Samba, junto ao antigo controlo. passando a sua versão dos factos.

Minutos depois, surge na residência de Sófia Antonica, uma viatura de marca Toyota, modelo Land Cruiser, com a chapa de matrícula LD -45 16- HL, com vidros fumados, ocupado por cinco agentes do Serviço de Investigação Criminal (SIC).

 

“Até parecia filme, eles desceram começaram a destratrar os agentes da ordem pública e os presentes, e sem se infirmarem,  levaram os meus netos Adriano Bernardo e João Camunga, de 20 e 23 anos de idade”,

“Mandaram os agentes da ordem pública não se meterem, que não era problema deles, e levaram os rapazes…passaram a noite na esquadra da Samba, sem serem ouvidos, mas o nigeriano regressou em casa como se nada tivesse acontecido”, lembrou.

Família acusa agente do SIC de nome Cristiano de ser o protector do nigeriano

 “Há um agente do SIC que protege o Zidane, o nome dele é Cristiano, por isso o Zidane diz não ter medo de ninguém. Já  vimos, inclusive, o Zidane a dar emprestado uma viatura ao SIC para cumprir  mandado de captura, é por isso que,  quando ele tem problemas com as pessoas, não lhe acontece absolutamente nada”, acusaram.

 

Segundo um dos vizinhos que falou em segredo ao Na Mira do Crime, quando o Cristiano chegou na residência na anciã, ainda tentou lhe explicar que quem estava errado era o Zidane,  “mas deu-me logo uma coronhada”.

O caso está no comando da Samba, com o processo número 4613/020 SIC.

A nossa equipa de reportagem tentou contactar via telefone o comandante da esquadra da Samba, mas sem sucesso. Já Zidane, respondeu apenas a nossa equipa que não tem nada a dizer.

Você pode partilhar este post!

Artigos Relacionados